Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 
O sangue é composto por água, açúcar, gordura, substâncias albuminosas, cloreto de sódio, cloreto de potássio, hidróxido de cálcio, sílica, ferro, magnésio, sódio e potássio. Estes últimos são combinados com os ácidos fosfórico, carbônico e ácido sulfúrico. Os sais de sódio são predominantes no plasma sanguíneo, enquanto os de potássio são encontrados principalmente nos glóbulos. Açúcar, gordura, e as substâncias albuminosas são os chamados componentes orgânicos do sangue, enquanto que os sais e água mencionados acima constituem os seus componentes inorgânicos. O açúcar e a gordura são compostos de carbono, hidrogênio e oxigênio, enquanto as substâncias albuminoides contém adicionalmente um teor de enxofre e nitrogênio. Enxofre, carbono e fósforo não estão presentes no organismo em um estado livre, mas combinados com substâncias orgânicas. O enxofre e o carbono são encontrados na albumina, carbono  e nos carboidratos, como açúcar, amido e nos produtos incidentes na transformação das substâncias orgânicas. O fósforo está contido nos lecitinas e nos núcleons. O enxofre da albumina é oxidado pelo oxigênio do ar inspirado, formando o ácido sulfúrico, o qual combina-se com as bases dos carbonatos, formando sulfatos e libera ácido carbônico.   Formação tecidual O sangue, que contém o material para todos os tecidos e células do corpo, fornece alimento para todos os órgãos,  para que possam desempenhar as suas funções individuais. E assim, ele fornece todas as possíveis necessidades fisiológicas para a economia animal. Ele faz isso através da transudação de uma parte do seu plasma para os tecidos circundantes através das paredes capilares, pelas quais são feitas as trocas das perdas sofridas pelas células por causa das mudanças teciduais. De acordo com os pontos de vista biológicos modernos, esta solução de nutrientes é um material sui generis, chamado matéria irritável ou protoplasma, e é a única matéria viva, e é universalmente difundida por todo o organismo, o qual constitui cerca de um quinto, os quatro quintos restantes são relativamente organizados e, portanto, matéria morta. No seu carácter físico, é azotado, polposo, semi-fluido sem estrutura polposo, translúcido, homogêneo, semelhante ao material dos nervos ganglionares e da matéria cinzenta, material nervoso. Neste fluido transudado aparecem grânulos finos, que se unem para formar a base, a partir da qual, mais uma vez, as células se desenvolvem. Pela união destas células são formados os tecidos de todos os tipos necessários para a edificação de todo o organismo. Dois tipos de substâncias são necessários no presente processo de formação de tecido, e ambos são encontrados no sangue, ou seja, a substância orgânica e os constituintes inorgânicos. Entre os componentes orgânicos de formação estão o açúcar, gorduras e albuminas do sangue, que servem como a base física dos tecidos, enquanto que a água e os seus sais, ou seja, cloreto de potássio, óxido de cálcio, sílica, ferro, magnésio e sódio- são as substâncias inorgânicas, as quais supostamente determinam o tipo específico de célula a ser construída. Outros sais podem, de tempos em tempos, ser encontrados, mas os que foram supracitados, no entanto, abrangem todos que estão constantemente presentes. Sempre que, no organismo animal, novas células são geradas e formadas, eles deverão estar presentes em quantidades suficientes e em uma proporção adequada, ambas as substâncias orgânicas e inorgânicas. Com a presença dessas substâncias no sangue, todos os órgãos, vísceras e tecidos do corpo são formados, fixados e permanecem em funcionamento, e uma alteração aqui faz com que a função seja prejudicada. Fonte: www.vithoulkas.com
Rating:
( 0 Rating )

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Quem somos

Prestar serviços que garantam às pessoas adquirirem conhecimentos sobre a arte da homeopatia clássica e assim poderem usufruir de seus benefícios, tornando-os capacitados a ajudar a um maior número de seres vivos a serem mais saudáveis e vivendo em harmonia.