Questões importantes respondidas pelo Prof. Vithoulkas

Questões importantes respondidas pelo Prof. Vithoulkas

P. Qual a sua opinião sobre o coronavírus, e o que a homeopatia pode
fazer?
R. A menos que tenhamos selecionado os sintomas reais dos diferentes estágios
dessa influenza, a partir dos médicos que estão, no momento, lidando com os
casos infectados, nós não podemos fazer nada substancial.
Nós devemos saber a sintomatologia nos estágios iniciais – antes da pneumonia
– e propor remédios para este estágio, a fim de reduzir as vítimas que vão para
o segundo estágio. Além disso, devemos saber a sintomatologia do último
estágio da pneumonia ou da diarreia, para propor remédios diferentes para
esta fase avançada.
Porém, a sintomatologia tem que ser tomada por um homeopata experiente,
para que seja confiável.
Eu acho que o melhor seria estabelecer contato com os clínicos para que eles
nos deem informações em primeira mão.
Dar remédios aleatórios como profilaxia, e fazer as pessoas pensarem que elas
estão protegidas, é irresponsabilidade.
P. O que você acha dos homeopatas que anunciam que estão tratando
casos de câncer usando remédios homeopáticos enquanto, ao mesmo
tempo, os pacientes são tratados com drogas alopáticas?
R. Divulgar que casos de câncer podem ser curados pela homeopatia, apesar do
fato de os pacientes serem tratados com drogas convencionais, é um ato
antiético que deveria ser evitado, a todo custo, por homeopatas honestos.
O motivo é simples.
A. O remédio homeopático agirá se for prescrito de acordo com os sintomas
do caso. Mas em situações como esta, onde o paciente está sob
quimioterapia, os sintomas são suprimidos pelas drogas alopáticas.
Portanto, as prescrições, no mínimo, não são feitas em acordo com a lei
dos semelhantes, mas dadas de forma arbitrária, e assim, ao invés do
similimum, muitos remédios são prescritos aleatoriamente. Na verdade,
dessa maneira, o caso fica cada vez mais confuso e o organismo é cada vez
mais desorganizado.
B. O remédio homeopático age no nível energético – na força vital –
incitando o organismo a aumentar sua resposta (agravação inicial).
Então, os dois tratamentos são antagônicos, um suprime o mecanismo de
defesa, e o outro o fortalece.
C. Com toda esta confusão no organismo, ninguém pode dizer o que
realmente aconteceu nesse paciente.
É claro que, cada médico é livre para aplicar qualquer tratamento que, de
acordo com seu entendimento, vai beneficiar o paciente, mas afirmar
publicamente que a homeopatia pode curar o câncer em tais condições, é
totalmente imoral.
Obviamente, os pacientes irão amontoar-se ao redor desses médicos, no
início, e podem deixá-los ricos, mas no fim, a decepção será para ambas
as partes, médicos e pacientes, mas principalmente por parte dos
médicos.
P. Talvez por causa da culpa por todas as mentiras e falsas esperanças?
A Homeopatia é um sistema terapêutico incrível, que pode fazer médicos e
pacientes extremamente felizes, mas tem limitações, e os médicos não
deveriam transgredir esses limites para ganho material.
É uma pena que a homeopatia seja reduzida a uma terapia massiva de rotina,
com resultados escassos, por aqueles que estão divulgando a polifarmácia, com
tais práticas mescladas, como aquelas com protocolos terapêuticos
predeterminados ou mixopatia.
Se tais práticas prevalecerem, no final, a verdadeira homeopatia clássica, que
pode ter resultados tão maravilhosos, se aprendida e praticada corretamente,
desaparecerá em meio a uma sociedade agressiva e competitiva.
Prof. George Vithoulkas (10/02/2020)

admin
admin