Professor de Medicina Homeopática

www.vithoulkas.com

George Vithoulkas nasceu em Atenas, em 25/07/1932.

Atualmente George Vithoulkas exerce as seguintes atividades:

  • Professor Honorário da Universidade do Egeu, Grécia.
  • Professor Honorário da Academia Médica de Moscou (Academia de Ciências Médicas)
  • Professor da Kiev Medical Academy
  • Professor Colaborador na Basque Universidade Médica (2001-2004)
  • Doutor de Causa Honoris “Doutor Viktor Babes” Universidade de Medicina e Farmácia de Timisoara , na Romênia.

Em 1996 homenageado com o Right Livelihood Award (Prêmio Nobel Alternativo, www.rightlivelihood.org)”… por sua excepcional contribuição para a revitalização do conhecimento homeopático e a formação de homeopatas para os mais altos padrões”. As Nações Unidas (Fórum de Desenvolvimento) consideram este prêmio “Entre prêmios mais prestigiados do mundo”, a TIME Magazine por Jacob Uexküll, iniciador do prêmio, chamou-o de um dos 37 “heróis” de 2005.

Em 2000, homenageado com a Medalha de Ouro da República da Hungria, pelo presidente do país, Arpad Göncz , por seu trabalho na medicina  homeopática.

Em 2012, homenageado com o Prêmio Honorário da Academia Nacional de Medicina de Pós-Graduação de Educação da Ucrânia nomeado após PLShupyk ” (George Vithoulkas – Professor Honorário , um estudioso e professor) .

O Programa Educacional da Academia Internacional de Homeopatia Clássica tem sido adotado por várias universidades:

  • Academia Médica de Moscou – Programa Educacional de Pós-Graduação em Homeopatia Clássica para Médicos
  • PL Shupik Academia Nacional de Medicina de Pós-Graduação Educação (Ucrânia) – em conformidade com a Ordem do Ministério da Saúde Pública da Ucrânia – Programa Educacional de Pós-Graduação em Homeopatia Clássica para médicos e farmacêuticos
  • Egeu Universidade da Grécia – Programa Educacional de Pós-Graduação em Homeopatia Clássica para médicos e dentistas

George Vithoulkas é autor dos seguintes livros (www.vithoulkasbooks.gr):

  • “Homeopatia – Medicina do Novo Homem” (1a Edição 1970 por Arco EUA, 21 edições posteriores)
  • “Homeopatia – Medicina para o Novo Milênio” (Publicado pela Academia Internacional de Homeopatia Clássica, 2003)
  • “A Ciência da Homeopatia” (Publicado por Grove Press, 1980, EUA, várias edições)
  • “Matéria Médica Viva” (12 volumes – Farmacologia Homeopática – Publicada pela Academia Internacional de Homeopatia Clássica, iniciada em 1993, em processo)
  • “Um Novo Modelo de Saúde e Doença” (Publicado por North Atlantic Books, EUA, 1986)
  • “Palestras sobre a Homeopatia Clássica” (Publicado por B. Jain Publishers, India, 1988)
  • “A Essência da Matéria Médica” (Publicada pela Academia Internacional de Homeopatia Clássica, 1988)
  • “Homeopatia Clássica para Ansiedade e Ciúme” (Publicado por Urs Maurer, Suíça, 2001)
  • “Conferência Homeopática em Esalen” (1a Edição em Inglês, 1980)
  • “Os Seminários de Bern” (Publicado por Ulrich Burgdorf, Suíça, 1987)
  • “Os Seminários de Celle” (Publicado por Ulrich Burgdorf, Suíça, 1992)
  • “As ideias básicas da Homeopatia” (Publicado por Ianos, Grécia, 2008 – Best seller por 9 meses)
  • “Homeopatia, O Grande Desafio na Medicina” (Publicado por Livanis, Grécia, 2008)
  • “Os níveis de saúde” (o segundo volume de “A Ciência da Homeopatia ” , publicado pela” Academia Internacional de Homeopatia Clássica , 2010)

Os livros de George Vithoulkas foram traduzidos em 23 idiomas. Dezessete dos seus livros, em vários idiomas, são mencionados no Catálogo NLM (Biblioteca Nacional de Medicina, www.ncbi.nlm.nih.gov).

Algumas das bibliotecas mais conhecidas que hospedam seus livros são: “A Biblioteca do Congresso”, “Biblioteca Britânica”, “Biblioteca da Universidade de Cambridge”, “Biblioteca da Universidade de Stanford”, “Biblioteca da Université Catholique de Louvain”, “Biblioteca do Instituto Karolinska” (a fundação que é responsável pelo Prêmio Nobel). “Biblioteca WHO” (Organização Mundial da Saúde), “Biblioteca de Berkeley”, “Biblioteca Die Deutsche”.

Os artigos mais importantes do George Vithoulkas encontrados em revistas são (os títulos traduzidos se encontram entre parênteses):

  • The “continuum” of a unified theory of diseases. (A “continuidade” de uma teoria unificada de doenças) Medical Science Monitor, 2010; 16 (2): SR715, G. Vithoulkas, S. Carlino.
  • Debate: British media attacks on homeopathy: Are they justified? (Debate: ataques da mídia britânica sobre homeopatia: são justificadas?) Homeopathy, Volume 97, Número 2, Abril 2008, Páginas 103-106, G. Vithoulkas
  • True but strange? (É verdade, mas estranho?) Nature, Outubro 1996, 3;383 (6599):383, G. Vithoulkas
  • Debate: Homeopathy and chronic headache (Debate: Homeopatia e dor de cabeça crônica) Homeopathy, Volume 91, edição 3, Julho 2002, Páginas 186-188, G.Vithoulkas.
  • Homeopathic treatment of chronic headache: a critique (O tratamento homeopático para dor de cabeça crônica: uma crítica) Homeopathy, Volume 91, Edição 1, Janeiro 2002, Páginas 32-34, G. Vithoulkas
  • The need for the correct sequence of remedies (A necessidade da seqüência correta de remédios) Homeopathy, Volume 91, Edição 1, Janeiro 2002, Páginas 40-42 G. Vithoulkas
  • A proving of Thiosinamine (Uma experimentação deTiosinamina) British Homeopathic Journal, Volume 90, Edição 3, Julho 2001, Página 172, G.Vithoulkas.
  • The question of the “constitutional remedy” (A questão do “remédio constitucional”) British Homoeopathic Journal, Volume 87, Edição 3, Julho 1998, Páginas 145-147, G. Vithoulkas
  • Medically qualified vs NMQ homeopaths (Médico qualificado vs homeopatas NMQ) British Homoeopathic Journal, Volume 86, Edição 1, Janeiro 1997, Páginas 37-38, G. Vithoulkas
  • As good as gold? (Tão bom quanto ouro?)British Homoeopathic Journal, Volume 85, Edição 1, Janeiro 1996, Página 39, G. Vithoulkas
  • Obstacles to homoeopathic treatment (Obstáculos ao tratamento homeopático) British Homoeopathic Journal, Volume 85, Edição 1, Janeiro 1996, Página 42, G. Vithoulkas
  • Health and disease in homoeopathic philosophy (Saúde e doença na filosofia homeopática) British Homoeopathic Journal, Volume 84, Edição 3, Julho 1995, Páginas 179-180, G. Vithoulkas
  • Homoeopathy: past, present and future (Homeopatia: passado, presente e futuro) British Journal Clin. Pharmacol. 1998, Jun;45 (6):613, G. Vithoulkas
  • Answer to the review of my book “The Science of Homeopathy” (Resposta ao comentário de meu livro “A Ciência da Homeopatia”), British Homoeopathic Journal, Volume 68, Edição 4, Outubro 1979, Páginas 233-238, G. Vithoulkas.
  • The necessity for an inner preparation of the classical homeopath (A necessidade de uma preparação interna do homeopata clássico), Similimum, 2005, Volume 19, Páginas 117-122, G. Vithoulkas.
  • The colour of the homeopathic improvement: The multidimensional nature of the response to homeopathic therapy (A cor da melhoria homeopática: A natureza multidimensional da resposta à terapêutica homeopática), Homeopathy, Volume 94, Edição 3, Julho 2005, Páginas 196-199, M. Oberbaum, SR Singer, G. Vithoulkas.
  • Effects of homeopathic treatment in women with premenstrual syndrome: a pilot study (Efeitos do tratamento homeopático em mulheres com síndrome pré-menstrual: um estudo piloto), British Homoeopathic Journal, Volume 90, Edição 3, Julho 2001, Páginas 148-153, M. Yakir, S. Kreitler, A. Bzrezinski, G. Vithoulkas, M. Oberbaum, Z. Bentwich
  • Homoeopathic treatment of premenstrual syndrome: a pilot study (Tratamento homeopático da síndrome pré-menstrual: um estudo piloto), British Homoeopathic Journal, Volume 84, Edição 3, Julho 1995, Páginas 182-183, M. Yakir, S. Kreitler, A. Bzrezinski, G. Vithoulkas, M. Oberbaum, Z. Bentwich
  • Perspectives of research in homeopathy 1987-1994 (Perspectivas das pesquisas em homeopatia 1987-1994) British Homoeopathic Journal, Volume 84, Edição 3, Julho 1995, Páginas 176-177, Z. Bentwich, M. Oberbaum, Z. Weisman, N. Harpaz, D. Rothman, G. Vithoulkas
  • A working hypothesis for homoeopathic microdiluted remedies (Uma hipótese funcional para remédios homeopáticos microdiluídos) British Homoeopathic Journal, Volume 81, Edição 1, Janeiro 1992, Página 67, GS Anagnostatos, G Vithoulkas, P Garzonis, C Tavouxoglou
  • Reinventing the wheel? Or the emperor´s new clothes (Reinvenção das rodas? Ou das Roupas novas do Imperador) J Altern Complement Med. 2003 Out;9 (5):613-5, M. Oberbaum, G. Vithoulkas, R Van Haselen, S Singer
  • Clinical trials of classical homeopathy: reflections on appopriate research designs (Os ensaios clínicos de homeopatia clássica: reflexões sobre projetos de pesquisa apropriados), J Altern Complement Med 2003 Fev; 9(1):105-11. Revisão, M. Oberbaum, G. Vithoulkas, R. van Haselen

Quatorze dos seus artigos, publicados em jornais com revisão por pares, são mencionados em PubMed (www.ncbi.nlm.nih.gov), treze deles no British Library Direct (www.direct.bl.uk) e dezessete deles no Science Direct (www.sciencedirect.com).

Setenta citações de George Vithoulkas pode ser encontrada em ISI – Thomson Scientific (www.isinet.com).

Na prestigiosa Enciclopédia Papyros Larousse-Britarmicas8, em um artigo de três colunas, ele é descrito como um “homeopata líder, um dos mais famosos reformadores da homeopatia durante o século vinte, o homem que infundiu a homeopatia com novas ideias sobre uma base científica”. Seu trabalho também é mencionado em “Quem é quem no Mundo”, (18a edição, p.2293).

Seu nome é mencionado na página virtual Better World Heroes (www.betterworldheroes.com9), entre aproximadamente 1000 personalidades, as quais seus trabalhos influenciaram ou ajudaram a humanidade.

A página virtual Alemã mlahanas (www.mlahanas.de), ao avaliar trinta e quatro médicos gregos e professores de Medicina que se destacaram e contribuíram para a humanidade através das suas publicações de artigos médicos na imprensa internacional, George Vithoulkas está em segundo lugar, após Georgios Papanikolaou (quem descobriu o teste papanicolau).

Em 1980, George Vithoulkas foi convidado pela Organização Mundial da Saúde para escrever o primeiro artigo sobre Homeopatia para o livro “Medicina Tradicional”, publicado pela OMS, bem como o artigo principal na discussão na mesa redonda para a revista científica da OMS, o Jornal “The world Health Forum”

Em 1996, ele foi convidado pelo Parlamento Europeu para explicar a posição da Homeopatia e após sua apresentação, o Parlamento Europeu votou à favor da Homeopatia.

Em 11/06/1999, George Vithoulkas foi requisitado pelo Conselho da Europa para fazer uma apresentação de um dia inteiro sobre a medicina homeopática (como parte das suas avaliações dos métodos terapêuticos alternativos) diante do Comitê de Assuntos da Família, Saúde e Social. O texto que foi publicado após, menciona seu recebimento do Prêmio Nobel Alternativo e refere-se a sua classificação dos vários métodos alternativos.

CONSELHO DA EUROPA

Assembléia Parlamentar

Doc.8435

11 Junho 1999

Uma abordagem Européia às medicinas não convencionais

Relatório

Comitê de Assuntos da Família, Saúde e Social

Relator: Sra Lara Ragnarsdóttir, Islândia

Grupo Democrático Europeu

Índice

  • Em Maio de 1998, o Comitê de Assuntos da Família, Saúde e Social ouviu o Sr. Vithoulkas, um homeopata que recebeu o Prêmio Nobel Alternativo, e que identifica três categorias separadas: Primeiramente, medicina alternativa, a qual inclui a homeopatia e acupuntura; Em segundo, Medicina complementar, a qual engloba a osteopatia, quiropraxia, medicina fitoterápica, naturopatia em diante; e em terceiro, paramédicos, uma categoria que abrange técnicas como a musicoterapia e meditação, as quais não apresentam uma relação com a medicina propriamente dita.

Quem somos

Prestar serviços que garantam às pessoas adquirirem conhecimentos sobre a arte da homeopatia clássica e assim poderem usufruir de seus benefícios, tornando-os capacitados a ajudar a um maior número de seres vivos a serem mais saudáveis e vivendo em harmonia.